Devemos ter fé e ser vigilante

Resultado de imagem para imagem do 19º domingo do tempo comum

Queridos irmãos e irmãs, estamos celebrando o 19º domingo do tempo comum, e a liturgia nos ajuda a não perdermos fé nesse mundo tão violento em que vivemos, para isso devemos ter uma fé vigilante que nos leva a crer e estar na presença do Senhor Deus. Deus é sempre fiel e está sempre presente na nossa caminhada e nessa nossa jornada rumo aos céus. Hoje também estamos celebrado o dia do Pai nesse mês vocacional. Pai é o esteio da família e a sua presença é importante nela.

No livro da sabedoria narra a experiência de Israel com seu Deus. Esse povo tinha sempre na mente as maravilhas que esse Deus fez ao Povo de Deus. Sempre Deus liberta e está em todos os momentos de dificuldades do seu povo e desse modo Israel conseguia superar todos os obstáculos que apareciam na jornada desse povo.

Hoje com tantas dificuldades que se apresentam em nossas vidas e por causas disso não podemos perder a esperança de dias melhores, pois o nosso Deus é presente e fiel para nos socorrer e nos ajudar sempre. Não há noite do medo e ela passa rápida como foi a noite do Êxodo do povo de Deus. (cf. Sb 18,6-9)

Na carta aos hebreus narra para nós a experiência de Abrão e Sara. Eles são pessoas de fé que nos ajudam a continuar lutando por justiça, por solidariedade e amor entre as pessoas. Como eles, nós, mesmo nas dificuldades dessa vida devemos estar firmes e nunca desanimar pois quem está conosco é Cristo que nos dá a graça da fé e da fortaleza.

Pela fé podemos renunciar as coisas que atrapalham a sermos livres e não tememos nada mesmo diante de sacrifícios que devemos fazer em prol de um projeto de Deus para libertar o mundo das armadilhas do materialismo, da insensibilidade e da vingança nesse mundo para podermos promover a paz, a justiça, o perdão e a misericórdia entre nós cristão e com todos que estão nessa caminhada rumo ao céu. (cf. Hb 11,1-2.8-19)

O evangelista Lucas nos mostra a experiência dos apóstolos que tiveram nesse caminho de Cristo a Jerusalém. O mal que está presente no mundo não foi suficiente para detê-los, pois Cristo é que dá forças a eles, pois o Reino de Deus vai vencer diante das trevas do mal.

Jesus diz:   "Não temais, pequeno Rebanho, porque é do agrado do Pai dar a vós o Reino". Esse reino está no nosso meio. Então Jesus nos faz exortação sejam vigilantes, sejam prontos para o Senhor que vem, sejam bons administradores. (cf. Lc 12,32-48)

Pedro pergunta: “quem deve vigiar”. Devem ser todos e hoje mais do que nunca devemos se fiéis a Deus, ser bons administradores da família, da comunidade e em tudo que devemos fazer e por fim ser bons servidores que estão na comunidade para ajudar, principalmente os que mais sofrem e os que estão gritando por socorro na estrada da vida. Não podemos estar surdos e insensíveis diante de tanta dor e miséria que o nosso povo está passando.

Que esta liturgia nos ajude a sermos suporte para a família, ajudando a todos e que os pais sejam pessoas que estende a mão para apoiar, para ajudar e animar a família, a esposa e os filhos. Sejam pessoas abertas a graça de Cristo que fortalece a sua fé de nunca desanimar na sua missão de pai.

Tudo por Jesus nada sem Maria!!! Louvado seja Jesus Cristo!

Bacharel em Teologia Jose Benedito Schumann Cunha
Next
This is the most recent post.
Previous
Postagem mais antiga

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.