Por Fr. Alexandre Patucci de Lima, OFM Conv

Por vezes, os evangélicos afirmam que na Igreja Católica não há milagres como em suas igrejas e nos seus cultos. Esses protestantes afirmam que nos cultos ocorrem muitas curas e milagres e que na missa católica nada disso acontece, sinal de que Deus estaria agindo nas igrejas protestantes.

O que nós católicos podemos dizer diante desses questionamentos?

Primeiro, e digo isso com toda certeza, a maioria dessas curas ocorridas nessas igrejas não são milagres. Vou me explicar. Hoje a medicina e a ciência sabem que mais de 80% das doenças são de origem psicossomática, ou seja tais doenças têm sua origem na psique (“Mente”) humana. Essas doenças de origem psíquica tornam-se doenças orgânicas. Sendo assim, ocorre que muitas vezes, uma pessoa doente ao manifestar uma confiança alta em um curandeiro ou pregador, pode obter sua cura devido a um processo conhecido como sugestão psíquica. A própria mente da pessoa possui capacidades curativas que podem curar um sistema doente se essa doença possui origem psíquica. Essas curas são reais, mas não são milagres. "Uma recente tese de medicina afirma: 'Não se pode mais ignorar os fatores psíquicos na etiologia de muitas perturbações funcionais, quer se trate de problemas cardíacos, digestivos respiratórios, urinários, sexuais e dermatológicos, entre outros. Também não há nenhuma dúvida de que certas doenças, como hipertensão arterial, asma, doenças coronárias, psoríase, ulcera digestiva, e tantas outras resultam de componentes psicológicos dominantes, de interações emocionais que produzem, seguramente conseqüências fisiológicas" (Chiron, Yves, Os milagres de Lourdes, p. 38, 2002). Existem portanto muitas doenças em que a verdadeira causa é psicológica ou psíquica (Até alguns tipos de câncer pode ter origem psíquica). Quando a pessoa consegue reverter tal processo psicológico, ela pode ser curada. Isso não depende exclusivamente de Deus e de nenhuma religião.

Precisamos, portanto, separar o que seja cura e o que seja milagre. Toda religião se preocupa com a cura e a saúde das pessoas. As orações de cura são praticadas pelas igrejas evangélicas e é praticada também pela Igreja Católica (unção dos enfermos, e grupos de oração da RCC, novenas, etc..). Essas orações podem obter muitas curas, porém tais curas, na maioria das vezes, não são milagres propriamente ditos. Convém lembrar, no entanto, que mesmo que tais curas não sejam consideradas milagres, que Deus pode agir por meios naturais para curar o homem. O poder da oração, nesses casos, é próprio da própria constituição psíquica do homem. A nossa mente tem poder de causar doença (doenças psicossomáticas) e poder de curar, e a oração é também um meio eficaz de ajuda psíquica que pode auxiliar na cura, e então, mesmo que dissermos que tal cura não é milagre, não significa dizer que Deus não possa ter agido ai. Deus age também por meios naturais.

Hoje a psicologia e a ciência reconhecem que pessoas que oram podem desenvolver uma vida psíquica equilibrada evitando certos tipos de doença e possuindo uma força maior para enfrentar outras doenças. Além desse equilíbrio psíquico causado pela oração, hoje a ciência reconhece que muitas curas realizadas em certas igrejas na verdade são curas devidas à sugestão psíquica, e não milagres. Podemos facilmente observar que em toda religião há relatos de curas: nas igrejas evangélicas, nos grupos carismáticos, nos centros espíritas, nos centros de umbanda, nas religiões esotéricas, nos santuários marianos etc... Eu poderia citar aqui relatos de curas em todas religiões, inclusive de cegos, paralíticos, cancerosos, etc.... (Deixo para um outro momento escrever sobre essas curas). Repito que tais curas não são milagres, mas são ocasionadas pelo próprio “poder da mente”, isso devido ao fato de que a maioria das doenças são de origem psíquica, são psicossomáticas.

É fácil observar como a mente tem poder sobre o organismo: Uma pessoa envergonhada fica com a pele vermelha. É o próprio inconsciente que age. É ação da mente sobre o corpo. Uma pessoa com inicio de depressão, ou uma pessoa nervosa facilmente tem o estomago atingido. Problemas estomacais e problemas de pele são muitas vezes de origem psíquicas! Eu poderia citar muitas outras doenças de origem psíquica e descrever seu mecanismo, já que a própria ciência tem estudado estes fenômenos, porém vou passar à avaliação do que seria então verdadeiros milagres, para mostrar que eles de fato ocorrem na Igreja Católica, mas são muito raros, sendo porém sinais de Deus.

A Igreja católica tem muito cuidado em afirmar a existência de milagres, pois ela sabe muito bem que não é qualquer cura que pode ser tida por milagre. Vou dar um exemplo: Existe em Lourdes na França, um santuário dedicado a Nossa Senhora de Lourdes. Neste Santuário, desde o inicio, vários médicos acompanharam os doentes e logo depois foi construído um Centro de Constatações Médicas, onde vários médicos estudam os casos de milagres. Pois bem, desde 1884 mais ou menos até hoje esse Centro de Constatações Médicas reuniu mais de 7000 casos de curas e desses 7000 casos somente 67 foram reconhecidos como milagres! Isso para se ver que não é qualquer cura que é tida por milagre, pois num processo de cura podem ocorrer muitos mecanismos psíquicos que explicam tal cura. Eu garanto que esses milagres não reconhecidos em Lourdes são mais “sensacionais” do que aqueles que vemos por ai em certas “igrejas” que não possuem nenhum acompanhamento cientifico sério.

Um exemplo de uma cura reconhecida pode nos ajudar a perceber a seriedade da Igreja e o que de fato é e pode ser um verdadeiro milagre. Cito o exemplo da cura de Pierre de Rudder. Não vou entrar nos detalhes da história do caso, mas apenas citá-lo rapidamente. Pierre de Rudder sofreu uma fratura exposta na tíbia e no perônio, abaixo do joelho. Por oito anos Pierre de Rudder sofreu com essa lesão e os médicos já cogitavam amputar a perna, pois a chaga estava necrosada e expelia pus e um cheiro horrível. Nesse estado, Pierre de Rudder foi a um Santuário de Lourdes erguido na Bélgica. Instantaneamente De Rudder foi curado. A fratura exposta e a chaga fecharam instantaneamente. Diversos médicos haviam examinado De Rudder, e comprovaram o milagre. Até hoje o osso da perna de Rudder esta exposto na Universidade de Louvain como sinal de tal milagre. (Posteriormente escreverei sobre este caso com mais detalhes). Essa cura realmente é um milagre, pois se trata de uma doença orgânica e não psicossomática, por isso uma sugestão psíquica qualquer que fosse não realizaria esse milagre! A Igreja, para definir um milagre precisa comprovar que a doença não era psíquica para provar que a cura também não fora de origem psíquica! Que outra instituição religiosa examina tão bem os casos de cura para comprovar um milagre? Nenhuma! E lanço ainda outro desafio: que encontrem um caso de milagre como este de De Rudder em outro ambiente religioso! Eu ainda não conheço!.

A Igreja Católica, para canonizar um santo, pede a confirmação de dois milagres. Ora, sabemos, que todo ano a Igreja católica canoniza santos, isso significa que constantemente ocorrem milagres na Igreja católica, milagres estes reconhecidos por inúmeros médicos, já que a Igreja pede que os médicos e cientistas avaliem tais fatos! Não é a igreja que reconhece os milagres, mas os médicos e cientistas que estudam atentamente tais fatos, e não basta a opinião de um médico só! Cabe ressaltar que a ciência nunca se pronuncia dizendo que um fato é milagre. O que a ciência diz é: esse fato ou essa cura, não possui explicação!

Acontece que muitas vezes vários médicos não sabem explicar uma cura. É preciso a avaliação de diversos especialistas, pois os mecanismos psicossomáticos são complexos. Por isso a Igreja demora para canonizar um santo, pois os estudos sobre os milagres são complexos.

As curas que vemos ocorrer nessas igrejas evangélicas não se equiparam aos casos de milagres verdadeiros, reconhecidos pela igreja católica. Infelizmente esses fatos, os milagres na Igreja católica, são pouco conhecidos, mas esse sinais confirmam a nossa fé e possuem mensagens especiais para a nossa vida. Os milagres são raros, mas lembremos que Deus não é um milagreiro, e lembremos que Ele não tirou Jesus da cruz!), por isso, mais do que buscar milagres, devemos buscar o Deus que é capaz de realizar milagres, mesmo que Ele nunca faça um milagre “físico” na minha vida. A própria vida já é um grande “milagre” de Deus

Existem inúmeros milagres católicos belíssimos e pouco conhecidos, milagres de cura e outros tipos de milagre. Vou citar uma pequena lista com alguns milagres:

1. Milagres de cura em Lourdes. São reconhecidos em Lourdes 67 milagres de curas, entre outros de fratura exposta, de cicatrizações instantâneas, de cegueira orgânica, de esclerose múltipla, etc...

2. O Santo Sudário: O pano que cobriu o corpo de Cristo. Neste pano esta gravado a imagem de Cristo, e esta imagem é inexplicável.

3. O Milagre de Lanciano. Um padre duvidou da eucaristia, e na hora da missa o pão de transformou em carne e o vinho em sangue. A carne e o sangue estão ate hoje na cidade de Lanciano na Itália e a ciência não explica a conservação desta carne e deste sangue. O Tipo sanguíneo da milagre de Lanciano é o mesmo do do santo sudário!

4. O sangue de São Genaro. Há em Nápoles na Itália uma ampola com o sangue de São Genaro. Esse sangue de São Genaro está coagulado, mas no dia da festa do santo, o sangue se liquidifica. A ciência sabe que sangue coagulado jamais ss lidifica, por isso, a ciência não explica esse fenômeno.

5. O sangue do santo Espinho. Há em Andria na Itália um espinho da cruz de Cristo. Neste espinho há um coágulo do sangue de Cristo. Esse sangue se lidifica toda vez que o dia 25 de Março cai na sexta feira Santa

6. Os corpos incorruptos. Há em vários lugares corpos de santos que não se corromperam. É verdade que pode acontecer que devido ao lugar de enterro ou a algum tipo de remédio usado, o corpo demore a apodrecer, mas os corpos de alguns santos permaneceram incorruptos, flexíveis e exalando bom odor (odor de santidade). Um exemplo moderno: o corpo de São Charbel de Makhluf. São Charbel foi enterrado direto na terra sem caixão. Seu corpo “transpirava” um liquido vermelho e de bom odor, e isso ocorreu por mais de 50 anos! A ciência não explica de onde vinha esse liquido e porque o corpo não secou permanecendo perfeito! Inúmeras curas ocorreram no tumulo de são Charbel, inclusive curas de reparação óssea!

7. A língua incorrupta de santo Antonio. Quando foram exumar o corpo de Santo Antonio encontraram os ossos e no meio dos ossos estava a língua perfeitamente incorrupta de Santo Antonio! Vale lembrar que a língua é um dos órgãos que primeiro se decompõe. Porém Santo Antonio foi um grande pregador, e Deus assinou com este milagre a pregação de santo Antonio contra os hereges!

8. Há ainda varias partes de corpos de Santos incorruptos, por exemplo o coração de Santa Teresa De Ávila, o coração de São Francisco de Sales, a língua de São João Nepomuceno, e outros.

9. Há ainda inúmeros milagres de cura reconhecidos pela Igreja para a canonização dos santos

Aqui fiz apenas um apanhado geral sobre tais milagres. Seria importante descrever cada um deles para verificarmos a grandiosa ação de Deus na nossa igreja, confirmando nossa fé, e a mensagem que eles possuem. Todo milagre aponta para o Deus de Jesus Cristo que nos já encontramos nas Santas Escrituras e na Igreja. Por isso, não necessitamos de milagres para crer. Porém esses milagres aconteceram e acontecem, assim, devemos buscar compreender esses sinais, compreender o que eles querem nos dizer.

Diante da acusação de alguns protestantes pentecostais de que na Igreja católica não há milagres, deveríamos reconhecer que as curas das quais eles falam que ocorrem em seus cultos não são milagres, sem contar que nessas igrejas não existem estudos mais sérios sobre essas curas. Deveríamos citar com precisão os milagres verdadeiros e grandiosos realizados na Igreja católica. Basta comparar os milagres da Igreja Católica e as curas que existem em todas as religiões para ver uma grande diferença. Não há comparação, e pelos verdadeiros milagres ocorridos na Igreja Católica, temos um argumento apologético que também pode nos ajudar. Um exemplo é o milagre de Lanciano. Não acreditamos na Eucaristia por causa do milagre de Lanciano, mas este milagre é um sinal daquilo que cremos!!

É necessário divulgar esses milagres da nossa Igreja, para aprofundarmos também o conhecimento da nossa fé e da ação de Deus na Igreja. Diante da falsa acusação de que não há milagres na Igreja católica, saibamos reconhecer que nós seguimos o Cristo Crucificado e Ressuscitado, que mais do que milagres, quer o nosso coração. O cristão não pode viver em busca de milagres, pois assumiu carregar a Cruz. Porém na nossa caminhada, sabemos que Deus pode realizar milagres e prodígios, e isso Ele tem realizado. Conhecer esses prodígios nos ajudam a ver quão falsa são as acusações daqueles que afirmam que não há milagres na nossa Igreja. Esses sinais também nos ajudam a reconhecer a grandeza do nosso Deus. Na Bíblia, principalmente nos salmos, vemos que o povo de Deus sempre louva o Senhor pelos prodígios que Ele realizou, mesmo nos momentos de sofrimentos. Por isso, saibamos cantar as maravilhas de Deus na história e na nossa vida. A nossa própria vida deve ser manifestação de Deus pelo amor. Os milagres também são sinais do amor de Deus por nós!

“Quanto a eles, saíram a pregar por toda a parte: o Senhor agia com eles, e confirmava a Palavra por meio de Sinais que a acompanhavam” (Mc 16, 20).

Devemos conhecer esses sinais para confirmarmos mais ainda nossa fé, dando a todos que nos perguntarem a razão de nossa esperança, e a glória devida á Deus.

“De uma geração a outra enaltecerão tuas obras,

proclamarão tuas façanhas.

Repetirei o relato dos teus milagres,

A glória retumbante do teu esplendor.

Narrar-se-á o poder dos teus prodígios

E eu contarei os teus grandes feitos”. SL 145 (144), 4-6

Postar um comentário

maria aparecida disse... 15 de julho de 2011 15:20

Milagre

Por favor, gostaria que divulgassem a história a seguir, pois devo a Nossa Senhora uma graça maravilhosa! Algum tempo atrás estive com um familiar internado no hospital de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Ele foi desenganado pelos médicos. Sai do hospital tão desesperada que comecei a dirigir sem rumo, pois não conheço direito as estradas e cidades dessa região. Enquanto viajava, vi uma capelinha na beira da estrada e resolvi parar para rezar. Fechei os olhos e quando os abri uma luz azulada tomou conta de todo local. Surgiu uma senhora vestida de branco e azul que me disse: - Sei do seu desespero e quero ajuda-la. Se você continuar por essa estrada, vai chegar numa cidade chamada Antonio Prado. Procure o hospital de lá e caminhe na rua em que ele está. Encontrará um muro muito algo, feito de pedras. O homem que construiu o muro era muito religioso e dentro colocou uma imagem de Nossa Senhora. Escreva em um papel e o Coloque dentro do muro e peça com fé o que desejas alcançar. Para que seu pedido aconteça, não precisa rezar, basta fazer algo de bom dentro de uma semana para alguma pessoa, animal ou planta que porventura encontrar em seu caminho. Ele será enviado por mim para que a procure! - Saí dali e fui até Antonio Prado, encontrei o hospital e o muro e nele coloquei meu pedido. Quando retornava a Caxias, encontrei um cachorrinho na estrada, o adotei e até hoje ele está comigo. Chegando ao hospital recebi a notícia que meu familiar estava bem e retornamos para casa poucos dias depois. A doença desapareceu e nossa familia recebeu um novo amigo, o cãozinho que encontrei... Tempos depois, levei meu familiar até a capelinha na estrada e ele fez algumas fotos que ficaram muito estranhas, pois mostram claramente um presépio azul naquele lugar. Já iamos embora quando a luz azul novamente apareceu e com ela a senhora que eu havia visto na outra vez. Ela disse: - cumpri a minha parte no acordo e você cumpriu a sua. Vejo que ele está bem, e com saúde. Mas gostaria que você divulgasse o feito e que informasse a todos os que tem fé que Nossa Senhora da Piedade está junto a todos na cidade de Antonio Prado e aqueles que necessitam de ajuda para superar um problema devem fazer o mesmo que você, o pedido e ajudar algum ser com necessidade, seja pessoa, animal ou planta. O mundo necessita de compaixão e ajuda por isso escolhi essa cidade de pessoas com muita fé para que ajudem a melhorar a humanidade. Façam o bem quando pedirem algum bem para vocês. Ela desapareceu e ficamos os dois, ali, chorando, comovidos com o que ocorreu.
Se vocês estiverem passando por alguma dificuldade, vão até Antonio Prado no Rio Grande do Sul e na rua do Hospital encontrarão o muro que lhes falei. É só colocar um bilhetinho para Nossa Senhora da Piedade e receberão a graça que necessitam!

Tecnologia do Blogger.