«Cristo é a luz verdadeira», diz Dom Walmor Oliveira de Azevedo

BELO HORIZONTE, sexta-feira, 19 de dezembro de 2008.- O arcebispo de Belo Horizonte (Minas Gerais, sudeste do Brasil), Dom Walmor Oliveira de Azevedo, convida os cristãos a viverem o Natal com os olhos fixos em Jesus, na certeza de que n’Ele está a fonte de toda alegria duradoura.
«Não é fácil, em se considerando as circunstâncias atuais, fixar os olhos em Cristo Jesus, razão única e insubstituível das festas natalinas.»
«Não é fácil porque são muitas as solicitações; também as deturpações que se inserem na compreensão do sentido mais verdadeiro da festa», afirma o arcebispo, em artigo enviado hoje a Zenit.
Dom Walmor adverte que a tendência é «fixar o coração no que está do lado de fora. As confraternizações são vividas, tantas vezes, apenas como um momento de encontro e de desfrute que pouco alimenta uma fraternidade solidária».
Ao recordar especialmente as crianças, o arcebispo recorda que seus corações «estão alimentados pelo folclore em torno de papai Noel».
«Esta dimensão folclórica das festividades natalinas tem também seu sentido. Contudo, não pode substituir a razão primeira, única, central, insubstituível, inigualável da festa deste tempo do Natal: “Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”».
É necessário «colocar no centro de nossas comemorações e festividades, no centro de nossos corações e de nossas vidas, como está no centro do presépio, Cristo Jesus. Cristo é a luz verdadeira», enfatiza.
Segundo Dom Walmor, «a delicadeza de Deus, Jesus Cristo o Salvador que vem ao nosso encontro, tem força para recuperar a sensibilidade perdida, a convicção de que é bom ser bom e o empenho por uma sociedade justa e solidária, enquanto caminhamos com Ele, indo ao encontro do Pai que o envia, nossa vida definitiva».
O arcebispo faz então votos de que este tempo de Natal «seja um exercício meditativo e orante, muito profundo, desta verdade».
«Este exercício encharcará o coração e fará dele uma fonte inesgotável de delicadezas, grandes e pequenas, nos gestos e palavras, nas partilhas e pelo comprometimento com grandes projetos para o bem de todos, pela vida, a vida, em razão da qual o Senhor Jesus veio: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância”», cita Dom Walmor.

Postar um comentário

jeveaux disse... 21 de dezembro de 2008 18:51

Paz e Bem!
Li o gostei da Mensagem do nosso estimado Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Arcebispo Metropolitano.
Confirmando: Natal, é reconhecer, acolher, enxugar as lágrimas de Jesus Cristo nos pequeninos que sofrem...
Que neste Natal possamos viver a igualdade, Cf as palvras do Ev Jo. 10,10 citado por Dom Walmor.
Feliz Natal!!!
"Glória in excelsis Deo!!"
Marilda Silveira,
Belo Horizonte, 2008-12-21

Tecnologia do Blogger.