O Mundo precisa de Missionários

A messe é grande e poucos são os operários

Queridos irmãos e irmãs, estamos celebrando o 11º Domingo do Tempo Comum, e a liturgia de hoje nos lembra da Missão que devemos desempenhar no mundo. Sabemos que Deus tem um plano de Salvar todos os homens, mas esta tarefa Deus quer a nossa ajuda e a nossa disposição de realizá-la em todos os cantos da terra.

A liturgia bíblica nos fala dessa missão que todos são chamados, isto é, os do passado e nós de hoje para cumprir esse mandato de Deus para que o mundo conheça o projeto de Salvação que Deus tem para cada pessoa.

No livro do Êxodo vemos a Missão de Israel dada por Deus a Moisés. Aqui vemos que Deus escolhe um Povo e lhe propõe uma Aliança para que esse povo seja portador das promessas messiânicas a todo povo, ninguém ficará excluído dessa novidade. Deus fala a Moisés no Monte Sinai, lugar de encontro com o nosso Deus. Assim diz o Senhor Deus: "Se escutardes a minha voz e fordes fiéis à minha aliança, sereis meu povo escolhido, um reino de sacerdotes, uma nação santa". Todo povo aceita esse apelo da Aliança de Deus com eles. O povo será o sinal de Deus no mundo como é a Igreja hoje para todos os cantos da Terra. (cf. Ex 19,2-6a)

Na carta aos Romanos temos a narrativa da missão de Jesus no mundo. Ele foi enviado pelo Pai, tornou para nós o Salvador e ainda é a cabeça da Igreja, novo povo de Deus que terá a missão de anunciar a boa noticia a todos que Deus é amor e tem um predileção por toda humanidade. (cf. Rm 5,6-11)

O evangelista Mateus nos mostra as obras de Jesus através dos seus gestos e palavras e após isso temos o chamados dos doze apóstolos que vão ajudá-lo na sua missão de levar a boa noticia da salvação a todos que quiserem aderir ao chamado de Deus. Aqui temos um belo roteiro missionário para seguirmos e colocá-lo em prática. O missionário deve abraçar atitudes de quem tem a missão de anunciar Jesus a todos sem exceção. Jesus vê a realidade de como o povo estava, pois era como ovelhas sem um pastor para conduzi-los.

Ele percebe que há uma grande multidão e os operários são poucos, por isso Ele pede a Deus mais operários. O mundo precisa de missionários autênticos sem querer regalias e privilégios, mas ser porta voz de Cristo aos que estão famintos da palavra de Deus e da sua justiça. O numero doze é sugestivo e teológico pois nos quer dizer: O número "12" recorda as 12 tribos de Israel e é símbolo da totalidade.

Como nós recebemos a graça de ser de Deus , então devemos fazer o mesmo. Somos anunciadores de Deus da vida, apesar que o mundo está na contramão de Deus, pois a violência, a intolerância religiosa e politica, o egoísmo e o materialismo, nós não devemos desanimar para que a mensagem de Cristo seja proclamada e ouvida por todos. Se o mundo acreditar em Deus, as coisas mudam para melhor e o bem prospera em todos os lugares. (cf. Mt 9,36-10,8)

Que esta liturgia nos ajude a tomar consciência e fazer de cada um de nós passemos de ouvintes da Palavra para ação como missionário de Cristo no mundo.

Tudo por Jesus nada sem Maria


(Bacharel em Teologia Jose Benedito Schumann Cunha)
Next
This is the most recent post.
Previous
Postagem mais antiga

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.